fbpx

Blog

Fique por dentro das notícias e novidades da LogLife.

10 Principais Erros no Transporte de Amostras Biológicas

10 Principais Erros no Transporte de Amostras Biológicas

Acima de tudo, o transporte biológico é algo sério e regulamentado pela ANVISA. Portanto, listamos 10 principais erros no transporte de amostras biológicas para você evitar.

Declaração de Conteúdo sem Carimbo

Talvez, o principal erro no momento da documentação, seja a falta de carimbo de um profissional da saúde na declaração de conteúdo. Especialmente para o embarque aéreo, isto pode barrar um transporte.

Classificação de Risco Errada

Assim como a declaração, a correta classificação de risco entra como um dos 10 principais erros no transporte de amostras biológicas. Muitas vezes o cliente classifica tudo como UN3373, Categoria B, quando na verdade o material é de Risco Mínimo, por exemplo.

Identificação de Remetente e Destinatário

Primordialmente, a identificação correta dos remetentes e destinatários, incluindo endereços e nomes completos, fazem a diferença na hora do embarque e para evitar extravio ou troca de cargas.

Fechamento da Embalagem Terciária

Outro ponto importante para evitar extravio de material biológico é o correto fechamento da caixa de papelão (embalagem terciária). O ideal, é que ele já saia devidamente lacrado do remetente, evitando-se manuseio posterior, até o destino final.

Telefone de Contato Emergencial

Além disso dos remetentes e destinatários, outro ponto chave é o telefone de contato para uso em caso de emergência. É importante que haja, na embalagem terciária, uma forma de contato a ser utilizada pelos serviços de emergência em caso de acidentes.

Demora na Coleta ou Entrega

Para uma otimização de transporte, é importante que os prazos sejam cumpridos, visando a estabilidade final do material biológico. Para isso, seguindo um planejamento logística, o correto é que cada coleta/entrega não demore mais que 10 minutos.

Horário Limite para Embarque

Mais um ponto importante no planejamento logístico é o horário limite para embarque. Ele deve ser calculado sempre levando-se em consideração o horário do voo + 2 horas. Ou seja, se temos um voo 20:00, o material deve ser embarcado até 18:00.

Voos Diretos

Além do horário limite para embarque, a logística biológica deve sempre buscar e priorizar voos diretos. O motivo disso é que a conexão aumenta muito o risco do transporte, seja de atraso ou mesmo de extravio.

Adesivo de Dry Ice

Mais um ponto chave na embalagem de transporte é o adesivo Dry Ice, para transportes com gelo seco. É obrigatória a afixação do mesmo na embalagem terciária. É importante saber que o modelo deve ser exatamente o exigido, com a quantidade certa de traços e dimensões.

Adesivo de Risco Biológico

Para todo transporte, é preciso ter o devido adesivo de classificação de risco biológico. Seja ele classificado como material isento, de risco mínimo, categoria B ou categoria A, é preciso que haja a correta identificação na embalagem terciária.

COMPARTILHAR


Inscreva-se em nossa News Letter

E fique por dentro das novidades da LogLife

Precisa de ajuda? Converse conosco